Ir para o conteúdo

Prefeitura de Confins - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social YouTube
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
15
15 JUL 2020
Secretaria de Cultura inicia cadastro para auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc.

Secretaria de Cultura inicia cadastro para auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc.

A Prefeitura Municipal de Confins, através da Secretaria de Cultura, começa na próxima segunda-feira, dia 20 , o cadastro de trabalhadores da área artística e cultural para repasse de recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.  As inscrições vão até o dia 30 de julho.

O benefício será concedido através da Lei Aldir Blanc (Lei Nº 14.017/2020), aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidência da República no dia 29 de junho.

O benefício é de R$ 600 reais mensais para trabalhadores da área. Já o para espaços culturais, o valor mínimo é de R$ 3 mil e máximo de R$ 10 mil.

Ao contrário do Auxílio Emergencial, os recursos não serão disponibilizados pela Caixa Econômica Federal. A verba será transferida pela União ao Município, que fará o repasse aos beneficiários.

Para se cadastrar basta preencher o formulário disponível no site da Prefeitura.

Acesse o link: https://www.confins.mg.gov.br/ (Aba Cidadão / aba Protocolo / aba Cadastro  de Agentes Culturais ou  comparecer ao Protocolo da Prefeitura à Rua Gustavo Rodrigues, 265 - Centro, Confins de 12 às 17 h munido de documentos.

Importante frisar aos artistas confinenses que os recursos da Lei Aldir Blanc ainda não foram repassados pelo Governo Federal ao Município e que outras informações serão divulgadas nos veículos oficiais da Prefeitura assim que a Secretaria de Cultura receber novas orientações.

Quem pode receber?
Considera-se como trabalhador e trabalhadora da cultura quem participa da cadeia produtiva dos segmentos artísticos e culturais, incluindo artistas, produtores, técnicos, curadores, oficineiros e professores de escolas de arte. Deve-se ter comprovação de atuação na área nos últimos dois anos. Além disso, não pode ter tido, em 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Quem não pode receber?
Não podem receber aqueles que têm emprego formal ativo e que sejam titulares de benefícios previdenciário ou assistencial e beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal. Aqueles que já recebem o Auxílio Emergencial também não terão acesso ao novo programa.

Quais espaços culturais podem receber?
O benefício será destinado a espaços culturais e artísticos, microempresas e pequenas empresas culturais, organizações culturais comunitárias, cooperativas e instituições culturais com atividades interrompidas, como teatros independentes; escolas de música, dança, capoeira e artes; circos; centros culturais; museus comunitários; espaços de comunidades indígenas ou quilombolas; festas populares; e livrarias.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia